Treinos circuitados: ótima estratégia contra a falta de tempo e o tédio

Treinos circuitados: ótima estratégia contra a falta de tempo e o tédio

Na atualidade a atividade física tem tomado uma conotação um pouco diferente das anteriores: ainda que haja uma crescente campanha contra o sedentarismo, paradoxalmente temos cada vez menos tempo para cuidar da nossa saúde devido à correria diária, o que nos afasta cada vez mais de um estilo de vida saudável.

Na tentativa de minimizar os riscos do sedentarismo, muitos praticantes optam pelas corridas noturnas e maratonas aos finais de semana. Entretanto, seja em razão da desmotivação, seja pela frustração em não ver resultados rápidos, poucos dão continuidade na prática esportiva, sobretudo em razão de os finais de semana serem destinados ao lazer com a família e a atividades que não são feitas durante a semana. A partir daí encontramos no mercado uma variedade infindável de formas para treinar com o objetivo de alcançar resultados duradouros e significativos no menor tempo possível,  satisfazendo aos que não são fãs da clássica musculação.

Na luta contra o relógio, são indicados os treinos circuitados, os quais tem como vantagem aliar o emagrecimento e a tonificação muscular, tendo em vista o ganho de condicionamento físico, a aquisição de resistência física, e o principal: qualidade de vida.

Nos treinos circuitados, você terá variações de trabalho cardio e neuromuscular, alternado o treino aeróbio com anaeróbio. Além de um excelente ganho no condicionamento físico, é uma ótima alternativa para queimar calorias e perder gordura, claro que, aliado a isso,  é importante também manter uma alimentação saudável.

Esse treino pode ser desenvolvido de várias maneiras diferentes, transformando um momento para muitos, entediante, em um momento de prazer no qual você está no controle dos exercícios que deseja desenvolver. E nem é preciso falar que um treino interessante e prazeroso se torna desestressante e o mantém encorajado para continuar.

Uma variação indicada de treino circuitado é:  após um breve aquecimento iniciar as alternâncias:  3 minutos de caminhada ou corrida e 2 minutos de algum exercício localizado.

Caminhar ou correr na maior velocidade possível por 3 minutos e depois fazer 1 minuto de bíceps e 1 minuto de agachamento (a cada 3 minutos de corrida ou caminhada você deverá variar os exercícios localizados pensando em trabalhar todos os grupos musculares do seu corpo).

Sempre usar cargas leves e em alguns casos, por exemplo, no agachamento ou afundo, não é nem necessário adicionar carga. O mais importante é manter os 60 segundos no mesmo ritmo, para que realmente haja um desgaste muscular significativo, que permita sair da zona de conforto.

Professor Dema Ferraz. CREF: 086692-G/SP

Formado em Educação Física, possui cerca de 8 anos de experiência em academias e trabalha na Oxigênio como Professor de Ginástica e Personal Trainer.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>