Aprenda o movimento, só assim você terá resultados de verdade

O que você deve levar em conta ao procurar por treinos funcionais
6 de julho de 2016
Conheça as características e benefícios de uma aula de Bike Indoor
10 de agosto de 2016
Mostrar Todos

Aprenda o movimento, só assim você terá resultados de verdade

No campo do treinamento, muito se fala em individualidade biológica, cujo princípio diz que cada organismo possui um determinado ritmo para realizar determinada atividade física por conta tanto de fatores genéticos, que determinam, por exemplo, o tipo de fibras musculares, mobilidade, o consumo máximo de oxigênio e características neurais e hormonais das pessoas, quanto de fatores ambientais, como tabagismo, alcoolismo, má alimentação, entre outros. Por isso que às vezes, vemos pessoas que possuem o mesmo tempo de experiência, mas que obtém resultados diferentes em certas modalidades esportivas. O conjunto de fatores genéticos e ambientais são descritos, respectivamente, como genótipo e fenótipo e são eles que determinam a tal individualidade biológica.

 

Levando em conta que você se caracteriza por esses dois conjuntos de fatores, ao pensar em treinamento, para aprimorar alguma capacidade física, quanto à genética não há muito o que se fazer, restando assim manusear os fatores ambientais para interferir na sua individualidade biológica.

 

Nesse processo, no entanto, não adianta querer pular etapas ou ignorar alguns fatores que são fundamentais para que você tenha os resultados almejados. Na execução de determinado exercício, por exemplo, deve-se respeitar sua técnica de execução e seu padrão de movimento antes de pensar em sua intensidade para treinar de forma eficiente e segura, e isso nunca deve ser ignorado. Mesmo que você não tenha uma genética que te favoreça a executa-lo, podemos te ajudar a chegar lá, assim seu treino ganhará imensamente em qualidade e o risco de você sofrer alguma lesão diminuirá exponencialmente.

 

Para tal, é necessário passarmos por algumas etapas. Na execução de exercícios é preciso levar em conta se você possui determinada habilidade: mobilidade, estabilidade, conhecimento da técnica de execução do exercício, etc. Caso não possua quaisquer dessas habilidades, é necessário, a partir do critério de conseguir executar o exercício respeitando seu padrão de movimento, trabalhar para que você as domine.

 

Segundo Gray Cook:
“Padrões de movimento são combinações intencionais de segmentos fixos e móveis trabalhando numa harmonia coordenada para produzir sequências de movimentos eficientes e efetivos.”

 

Assim, quando você for executar um determinado exercício, deve-se observar, analisar e corrigir, sempre que necessário, desequilíbrios musculares, amplitude do movimento entre outras disfunções. Quando detectada alguma disfunção deve-se trabalhar para corrigi-la através de exercícios corretivos. Corrigidas as disfunções musculares, são aplicadas progressões de grau de dificuldade nos exercícios do mais fácil ao mais difícil, sem pular fases, para que a qualidade técnica do movimento, já adquirida por você, não volte a ficar comprometida.

 

Dessa maneira, para se ter um bom desempenho, o importante é executar os exercícios com boa técnica e isso se adquire conhecendo sua individualidade biológica para, partindo dela, trabalhar para corrigir disfunções e aprimorar habilidades. No primeiro momento você não precisa se preocupar com a carga, essa é uma etapa posterior. Tenha certeza que assim seu treinamento será mais efetivo, e você alcançará seus resultados de forma consistente, duradoura e segura.

 

Professor Augusto: Coordenador Técnico da Musculação da Oxigênio

treinar na academia ou treinar em casaPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *