Conheça os cuidados que se deve ter com os efeitos do sal

efeitos do sal

Conheça os cuidados que se deve ter com os efeitos do sal

Você sabe quais são os efeitos do sal no organismo? A substância é extremamente necessária para o funcionamento do nosso corpo. No entanto, fazer uso excessivo de sódio pode gerar impactos negativos na saúde e no bem-estar.

Para além de salgar e dar um gosto mais acentuado aos alimentos, o sal também desempenha funções importantes, ao disponibilizar micronutrientes essenciais para os órgãos corporais. Por isso, ele não deve ser considerado um inimigo, mas sim um componente vital para a formação das células humanas.

A seguir, entenda para que serve e quais são os principais cuidados que devemos ter com os efeitos do sal. Confira!

Qual a importância do sal para o corpo?

O sal é um conjunto de substâncias vitais para o bom funcionamento do organismo. Além disso, ele contém um elemento com o qual ninguém consegue viver sem: o cloreto de sódio. O sódio tem a função de controlar e manter o equilíbrio das células, disponibilizando nutrientes e água para o corpo.

Quando ingerido na quantidade adequada, o sal pode contribuir, por exemplo, para o sistema renal e para a melhora da digestão — o que facilita e estimula a produção de energia. Para obter tais benefícios, é preciso ingerir 500 mg de sódio por dia, ou seja, cerca de 1,2 g de sal.

Quais são os efeitos do sal no organismo humano?

O excesso de sal é extremamente perigoso e pode ocasionar a elevação da pressão arterial, bem como a alta retenção de líquidos. Além disso, o sódio também pode levar a problemas renais, quando não é bem controlado — o que aumenta o risco de câncer gástrico e a osteoporose.

Os efeitos do sal variam de acordo com cada organismo, mas, no geral, a substância pode ser responsável por uma série de doenças e complicações, como:

A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda que a ingestão de sal seja feita com o máximo de cautela, para que o organismo possa funcionar adequadamente. Além disso, o valor máximo diário de sal não deve passar de 5 g. O ideal é que cada 100 g de alimento contenha menos de 400 mg de sódio.

Assim como o excesso, a falta de sal também pode comprometer a saúde, causando queda de pressão e inchaço das células do cérebro. Para contar com todos os benefícios da substância, é fundamental ingerir um sal de qualidade — de preferência que não tenha passado por refinamento.

O mais indicado, portanto, é fazer uso frequente do sal marinho, que não é branqueado e não contém contaminantes. O sal rosa do Himalaia também é uma boa opção, pois contém menos sódio e mais micronutrientes e minerais disponíveis, como magnésio, selênio e manganês.

Cada organismo é único e, por isso, os efeitos do sal também podem variar de pessoa para pessoa. No entanto, para manter a saúde em dia, tenha em mente que realizar a dosagem correta da substância pode causar impactos positivos para o equilíbrio e o bom funcionamento do corpo, como um todo.

Gostou do conteúdo? Aproveite e compartilhe esse post nas suas redes sociais, para que mais pessoas tenham acesso a estas importantes informações!

e-book emagrecimento

Post Recentes

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Tudo sobre os mais diversos temas sobre treinamentos, modalidades e dicas.

Share via
Copy link