Jiu Jitsu: saiba como funciona e quais os benefícios dessa modalidade

abdômen definido
Abdômen definido: 3 exercícios que te ajudarão a alcançar o seu!
16 de junho de 2021
grávida pode malhar
Grávida pode malhar? Confira as dúvidas mais comuns sobre o assunto
30 de junho de 2021
Mostrar Todos

Jiu Jitsu: saiba como funciona e quais os benefícios dessa modalidade

jiu jitsu

Quer sair do sedentarismo, ganhar condicionamento físico e definição muscular? O Jiu-jitsu é um ótimo meio para isso. A arte marcial de origens orientais foi trazida ao Brasil pelo instrutor Mitsuyo Maeda, mais conhecido como Conde Koma.

O mais notório discípulo de Koma foi o brasileiro Carlos Gracie que, ainda adolescente, começou seu aprendizado com o japonês. Mais tarde, a família Gracie foi a responsável por adaptar a luta no território nacional e deu origem ao Brazilian Jiu-jitsu. A modalidade é hoje a mais praticada no mundo.

No Brasil, a arte tem ganhado cada vez mais adeptos, principalmente entre o público feminino, que vê na modalidade um meio de ganhar autoconfiança, consciência corporal e definição física. Nós, da Oxigênio Academia, listamos grandes benefícios que o aprendizado do Jiu-jitsu pode trazer a você. Confira, a seguir!

O que é o Jiu-jitsu

Conhecida como a arte suave, o Jiu-jitsu é uma luta que invoca mais o raciocínio e a lógica do que a força bruta sem estratégia. Possibilita que pessoas menores e com menos força física pratiquem a autodefesa contra adversários maiores com bem mais igualdade. É baseada em algumas técnicas como:

  • alavancas (utilizar o peso do adversário a seu favor);
  • imobilizações;
  • chaves de articulação, pinçamento (pressão em locais sensíveis a dor);
  • estrangulação, etc.

A luta enfoca no movimento no chão e trabalha com várias partes do corpo, ao mesmo tempo. Usa-se um kimono reforçado, pois as pegadas são uma constante e a evolução ocorre pela graduação de faixas, que começa na branca e termina na vermelha. Para as crianças, há apenas a faixa branca, sendo possível pegar a segunda faixa — a azul — só após os 16 anos.

Principais benefícios do Jiu-jitsu

Força e resistência

Os treinos costumam ser muito intensos, principalmente para os iniciantes. No início das aulas são passados exercícios de aquecimento, flexibilidade e força — todos em número altíssimo de repetições. Depois disso, são ensinadas movimentações básicas, como técnicas de queda e levantamento, fuga de quadril, rolamentos entre outros. Mas, não se assuste! Apesar de os movimentos exigirem muito do seu corpo para a execução, rapidamente, você sentirá os benefícios do bem-estar físico proporcionado por eles.

Perda de peso e definição

Se a perda de peso for seu objetivo, saiba que o Jiu-jitsu é a atividade completa para isso. Aliado a uma dieta orientada por um profissional, os resultados virão muito rápido. É uma atividade de elevado gasto calórico, sendo possível perder de 500 a 1000 calorias por treino. Além disso, os exercícios são intensos e você usa um kimono quente e pesado, então há muita perda de líquido pelo suor. A tonificação e definição da musculatura são nítidos. Mas, atente-se à sua condição física e consulte um médico, antes de iniciar a prática.

Defesa pessoal

Fica até meio óbvio falar do benefício da defesa pessoal que o Jiu-jitsu traz. O ideal é que nunca seja necessário usar a arte nesse sentido, mas, se for preciso, saiba que seu corpo e sua mente terão as ferramentas mais inteligentes e estratégicas para se defender — inclusive de adversários maiores e mais fortes. Ter a noção de que somos capazes de defender nosso próprio corpo aumenta a nossa autoestima e capacidade de ação no mundo.

Bem-estar

Como toda atividade física, a prática da luta libera o hormônio endorfina, durante e após os treinos. O hormônio é responsável por relaxar e trazer bem-estar ao corpo físico e também a equilibrar as emoções. Além disso, a autoconfiança proporcionada pela consciência corporal é um estímulo à continuidade da prática. O Jiu-jitsu propicia a forte sensação da segurança em estar no espaço que nosso corpo ocupa e isso é empoderador.

Ele também melhora a ansiedade, pois desenvolve a paciência, a concentração e ajuda a identificar o momento certo de agir, sem se precipitar ou vacilar. Durante a luta, agir sem pensar ou na hora errada é motivo certo de derrota. As habilidades adquiridas se refletem em todos os aspectos da vida fora do tatame.

Caráter e respeito

Os treinos vão ficando cada vez mais intensos, com a continuação da prática. Para acompanhar o ritmo, tornam-se necessárias mudanças no estilo de vida, na rotina e maior organização pessoal. A luta traz a liberdade na disciplina. O praticante aprende a identificar e a traçar os próprios limites. Ao mesmo tempo, desenvolve uma noção de respeito pelo espaço e existência do outro, bem como pela hierarquia do saber representada pelo professor. As virtudes adquiridas influenciam a todos os setores da vida.

O Jiu-jitsu como esporte olímpico

Apesar de ser um esporte tão completo, o Jiu-jitsu não é considerado olímpico. Um dos motivos mais curiosos é o fato de suas regras serem muito sutis e complexas — pouco televisivas, portanto. É muito difícil para a pessoa que não é praticante compreendê-las, pois seu entendimento envolve uma educação corporal, não só visual.

Há também regras mais burocráticas que determinam que um esporte, para ser considerado olímpico, deve ser praticado em uma quantidade mínima de países, entre outras. Aliás, o assunto gera uma divisão entre os apaixonados pela luta. Há quem defenda e quem critique que o esporte vire olímpico. Os argumentos são muito fortes e válidos. Entre os que enxergam vantagens, a visibilidade e a exposição estão entre os principais motivos.

Já os que são contra, temem uma possível elitização do esporte. Mesmo assim, há eventos mundiais muito bem organizados e a luta está se espalhando pelo mundo. Cada vez mais pessoas encontram na arte suave um meio de emancipação pessoal. Nada mal, não? Afinal, quem não quer fortalecer e definir o corpo, além de desenvolver o equilíbrio mental? O Jiu-jitsu proporciona isso, ademais, a forma mais difundida da luta, é brasileira. Muito orgulho!

Mas, lembre-se: antes de iniciar a modalidade em algum lugar, é importante verificar se os professores são filiados a alguma Federação. É também de grande utilidade assistir a um treino ou, mesmo, marcar uma aula experimental, para saber como o professor lida com os alunos — principalmente com quem está começando. E aí, se interessou em conhecer a luta? Nós, da Oxigênio Academia, oferecemos Jiu-jitsu com os professores mais qualificados, competentes e com um ótimo ensino. Venha conferir!

Curtiu esse conteúdo? Compartilhe esse post nas suas redes sociais e contribua para a divulgação dos benefícios dessa arte marcial para mais pessoas. Até!

SAÚDE SEMPREPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *