Correr ou caminhar: qual opção traz melhores resultados?

Correr ou caminhar: qual opção traz melhores resultados?

A prática de atividades físicas é extremamente benéfica e necessária para o corpo humano. Ela ajuda no controle de doenças crônicas, mentais, combate ao estresse e melhora a composição corporal, entre tantos outros benefícios. Alguns exercícios, como correr ou caminhar, não exigem nenhum equipamento ou local específico, por isso são excelentes opções para quem quer começar uma atividade e sair do sedentarismo.

Mas como escolher o ideal? Qual das duas modalidades é melhor? Para responder essas e outras dúvidas sobre o assunto, preparamos este texto. Aqui você vai conhecer os benefícios de cada um e saber como escolher o melhor para você. Confira.

Corrida: conheça mais sobre a modalidade

A corrida é considerada um esporte bastante democrático, pois demanda apenas um tênis e roupas adequadas à prática. Os benefícios que ela traz são aumento da capacidade cardiovascular, auxilia o emagrecimento, tonifica os membros inferiores, melhora o humor, combate o estresse, ansiedade e outras doenças, fortalece os ossos, entre outros.

Apesar de trazer tantos benefícios para o corpo e mente, é preciso tomar alguns cuidados também. Por ser um esporte de impacto, é preciso estar atento às articulações e coluna, para não causar uma sobrecarga e possível lesão. Para evitar isso, conte com a orientação de profissionais, que vão prescrever treinos adequados para você.

Caminhada: conheça mais sobre a modalidade

Assim como a corrida, a caminhada é extremamente democrática. Qualquer pessoa pode fazer, pois, andar é um movimento natural do corpo. Com um calçado adequado e roupas leves, você pode praticar em qualquer lugar, até mesmo no quarteirão da sua casa.

A prática regular ajuda a melhorar a circulação sanguínea, combate a osteoporose, melhora o condicionamento cardiovascular, auxilia no emagrecimento, aumenta a sensação de bem-estar, elimina e previne estresse, ansiedade e várias outras doenças.

Para aproveitar os benefícios, é preciso ficar atento à frequência semanal e intensidade do exercício. Não adianta fazer uma caminhada em um ritmo lento para seu padrão. Por exemplo, uma mulher saudável não deve fazer uma caminhada como se estivesse andando pelo shopping olhando as vitrines. O ideal é manter um ritmo mais acelerado, mas não a ponto de correr.

Os benefícios da corrida e caminhada

Como você pôde ver, tanto a corrida quanto a caminhada têm as suas peculiaridades e podem ser mais recomendadas em algumas situações. No entanto, é muito importante compreender que ambas, assim como diversas outras modalidades de exercícios aeróbicos, oferecem uma série de benefícios em comum para o ser humano. Confira alguns deles.

Distanciamento do sedentarismo

Não tem jeito: tanto a corrida quanto a caminhada já trazem um benefício incrível para o praticante, que é a saída do sedentarismo. Esse é um dos grandes males da vida moderna, que faz com que as pessoas estejam muito mais predispostas à uma série de doenças, dentre as quais podemos destacar o diabetes, a pressão alta e a obesidade.

Ao começar de maneira gradual e ir aumentando a intensidade, sempre com autorização do seu médico de confiança e acompanhamento de um profissional de educação física, você vai preparando seu organismo para maiores desafios, além de combater a osteoporose, ficar mais protegido contra infartos e ainda dar uma levantada na autoestima.

Aumento da capacidade respiratória

Outro dos benefícios que são comuns à caminhada e à corrida é o aumento da capacidade respiratória. Todos os exercícios aeróbicos agem positivamente nesse sentido, ainda mais se pensarmos que é um sistema complexo e completo, que envolve alguns dos órgãos mais importantes do organismo, como o coração e os pulmões.

Na prática, isso traz reflexos positivos em muitos níveis, dando mais disposição para o dia a dia, energia para subir as escadas do prédio, enfrentar a rotina do trabalho ou dar aquele trote para fugir da chuva. Tudo isso se dá pelas adaptações que tais prática desportivas produzem, potencializando o volume de trocas gasosas e tornando mais eficiente a respiração.

Melhora no funcionamento cerebral

Os médicos vêm reforçando cada vez mais que os exercícios como um todo, inclusive atividades aeróbias como caminhadas e corrida, são excelentes para o funcionamento cerebral, prevenindo o envelhecimento cognitivo precoce e reduzindo as chances do surgimento de problemas, como Mal de Alzheimer e outras doenças senis.

Isso ocorre por uma série de motivos e reações fisiológicas vantajosas, como os estímulos sensoriais causados por um bom exercício ao ar-livre, que oxigena nossos tecidos e nos torna mais saudáveis como um todo, melhorando o fluxo sanguíneo, protegendo a memória e apurando o aprendizado, o humor e os nossos pensamentos.

Elevação na saúde cardiovascular

Por fim, não dá para deixar de reforçar que caminhadas e corridas, sempre orientadas por um profissional de educação física, promovem uma elevação na saúde cardiovascular. Dentro os muitos mecanismos que agem positivamente nesse sentido, podemos destacar o auxílio na perda de peso, a redução do colesterol ruim e o aumento do colesterol bom.

As atividades aeróbicas também ajudam na remoção de mitocôndrias disfuncionais no tecido cardíaco, que são as pequenas usinas de energia das nossas células. De quebra, há uma melhora na circulação de sangue e no retorno venoso, facilitando a chegada de oxigênio para os músculos e nos deixando mais bem preparados para enfrentar qualquer coisa.

Entenda como escolher o melhor para você

Como você pode perceber, os benefícios da corrida e caminhada são bastante semelhantes. A principal diferença entre elas é a velocidade com que é feita. Para saber qual o melhor devemos observar alguns pontos:

  • nível de atividade física atual;
  • histórico de lesões e/ou doenças;
  • objetivo; e
  • gosto pessoal.

Uma pessoa sedentária, provavelmente, não vai conseguir correr por meia hora. Por isso, o ideal é que comece com uma caminhada e a medida que seu condicionamento físico melhora, evolua para a corrida. Alguém que já teve alguma lesão ou tem uma doença crônica, como hipertensão, também deve ficar atento. Comece com a caminhada e aumente a velocidade ou distância de acordo com seus limites.

O objetivo é um dos pontos mais importantes. Para o emagrecimento, por exemplo, a corrida queima mais calorias por minuto que a caminhada. Por isso, entre fazer 30 minutos de uma ou de outra, correr será mais eficiente. Isso significa que para uma caminhada gastar a mesma quantidade de calorias que a corrida é necessário mais tempo de exercício.

Por fim, o gosto pessoal. A atividade física deve ser prazerosa. Experimente as duas modalidades e veja com qual delas você se identifica mais.

Agora você já sabe como escolher o melhor para você. Entre correr ou caminhar, analise seu estado atual, objetivos, tempo disponível e preferência pessoal. Você também pode mesclar as duas modalidades no treino. Para ter os melhores resultados, procure um Profissional de Educação Física para planejar seus treinos de modo mais eficiente.

Se você achou este conteúdo útil, compartilhe nas suas redes sociais. Assim seus amigos também vão conhecer mais sobre as modalidades e quem sabe vocês não começam a treinar juntos?

ebook terceira idade
,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.