O que é bootcamp, seus benefícios e como começar a treinar?

grávida pode malhar
Grávida pode malhar? Confira as dúvidas mais comuns sobre o assunto
30 de junho de 2021
potência muscular
Descubra o que é potência muscular e como é trabalhada nos treinos
29 de julho de 2021
Mostrar Todos

O que é bootcamp, seus benefícios e como começar a treinar?

bootcamp

Bootcamp é, basicamente, um treinamento de origem militar muito utilizado para aumentar e garantir o condicionamento físico para situações de combate. Atualmente, a modalidade se expandiu e veio para o público geral que está se interessando cada vez mais pelas atividades físicas mais intensas, muito por conta dos seus resultados.

Nessa metodologia, são aplicados movimentos multiarticulares e funcionais, como o agachamento e o burpee, por exemplo. Durante os treinos, os praticantes são continuamente explorados em atividades aeróbicas e de grande desgaste físico, justamente para aumentar o gasto calórico e melhorar o sistema cardiovascular.

Com relação as cargas, dificilmente são utilizados pesos elevados. Normalmente são usados kettlebells, bands e até mesmo a resistência do próprio corpo costuma ser o “arsenal” dos professores que prescrevem esse tipo de treinamento.

Mais abaixo, falaremos mais sobre os benefícios da modalidade e como você pode começar a treinar com o bootcamp. Gostou da ideia? Continue sua leitura até o final!

A origem do bootcamp

A origem propriamente dita do bootcamp não é fácil de ser encontrada. Estima-se que há milhares de anos os exércitos ao redor do mundo já entendiam a importância da preparação e do exercício físico para melhores resultados nas batalhas.

No mundo moderno, o exército aposta fortemente nessa ideia, que hoje é pautada na ciência e principalmente em uma padronização para toda a tropa, que consegue se tornar mais forte, ágil, com mais segurança e assertividade.

O bootcamp, propriamente dito, tem origem nos Estados Unidos. Antes, esse era o treinamento destinado para os militares que entravam em qualquer força — todos eles passavam (e ainda passam) por algumas semanas de treinamento físico e técnico para poder desempenhar sua função, o que aconteceu é que essa vertente atravessou o militarismo e caiu no público geral.

Parte dessa travessia ocorre pelo resultado da abordagem. Mesmo com mudanças ao longo dos anos, a ideia central sempre foi capaz de colocar uma pessoa normal em forma e pronta para situações extremas, e por isso, não há porque os civis não conseguirem os mesmos resultados.

Atualmente o bootcamp tem grande fundamentação científica e foi adaptado para o público em geral levando em conta vários princípios e métodos conhecidos da academia. De uma forma simplificada, o bootcamp é uma espécie de treino funcional com treinos intervalados.

Os exercícios já são conhecidos (como corrida, burpees, abdominais, flexão de braço, agachamento e inúmeros outros) e a maior diferença fica pela montagem do treino que preza pela intensidade e pelos resultados em performance.

Como funcionam as aulas de bootcamp

As aulas funcionam de maneira semelhante a uma atividade coletiva dentro de uma academia. A ideia é utilizar o intervalo de tempo para provocar um estímulo forte e capaz de gerar grandes transformações no corpo do praticante.

A princípio, é estimulado o alongamento e um breve aquecimento (que por muitas vezes, acontece com polichinelos — como muitos militares fazem). Em seguida, a montagem de um circuito com três ou quatro exercícios é realizada e os alunos devem passar por essa sequência dentro de um intervalo de tempo.

Mais a frente, é possível colocar corridas de alta intensidade (como o método Tabata) ou até mesmo preconizar o aumento da força muscular com movimentos mais complexos. Em suma, a ideia é fortalecer a maior parte das valências físicas (como força, explosão/potência, agilidade e resistência muscular) em uma única sessão.

Ao término, os alunos são direcionados para o alongamento, que costuma ter duas ações específicas: a primeira de estimular a flexibilidade e a mobilidade articular, e a segunda de relaxar e a garantir uma recuperação pós-exercício mais adequada.

Os benefícios da modalidade

Agora que você já sabe mais como as aulas funcionam e sobre a origem da metodologia, chegou o momento de falarmos sobre alguns dos principais benefícios. Eles são variados e realmente impressionam todos aqueles que estão em busca de resultados estéticos e de condicionamento físico. Veja mais, logo abaixo.

Alto gasto calórico e rápido emagrecimento

Em uma aula de bootcamp é possível perder entre 600 e 700 calorias. Obviamente, o número depende especificamente do praticante, uma vez que o cálculo está relacionado com altura, sexo e peso corporal.

Entretanto, os valores impressionam e são extremamente importantes para quem busca resultados na balança: em algumas semanas é possível perder quilos de gordura corporal, desde que a dieta esteja balanceada e apropriada para esse tipo de treinamento, que é intenso e bastante desgastante.

Melhora no condicionamento cardiovascular

Durante uma sessão de treinamento, o praticante permanece praticamente em todos os momentos com a frequência cardíaca elevada. Isso é excelente para quem busca melhorar o condicionamento físico de maneira rápida e eficaz. Em semanas, também é notável a facilidade para realizar as séries e até mesmo corridas de curta, média e longa distância.

Mais resistência e força muscular

Outro benefício é o aumento da resistência muscular localizada e da força muscular, que ocorre de forma progressiva e em curto espaço de tempo. A utilização de movimentos com peso corporal estimula essas duas capacidades físicas que são importantes para saúde, postura e bem-estar.

Motivação para permanecer treinando

A motivação e o desafio que o bootcamp gera são dois benefícios que não podem ser enfatizados o suficiente. Inclusive, muitas pessoas imaginam que esses são dois dos grandes motivos pelas quais as atividades físicas intensas estão caindo no gosto das pessoas.

Afinal, exercícios monótonos costumam não gerar a mesma resposta, e se a pessoa não gostar de se exercitar, é bem provável que a falta de um desafio faça com que ela desista. Outro fator motivacional do bootcamp é que as aulas tendem a ser em grupo e o instrutor sempre está presente para motivar e garantir os resultados e benefícios aos alunos.

E, falando em instrutor, não podemos deixar de mencionar a importância da procura de uma academia séria com bons profissionais. O bootcamp pode ser perigoso sem supervisão, especialmente se o praticante não estiver familiarizado com a metodologia e não tiver nenhuma experiência prévia com exercícios físicos.

Gostou do post? Entre em contato conosco e conheça a modalidade — estamos à disposição!

SAÚDE SEMPREPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *