Princípio da individualidade biológica: qual a importância na preparação física?

quanto tempo depois de comer eu posso treinar
Afinal, quanto tempo depois de comer eu posso treinar?
6 de outubro de 2021
quantas frutas comer por dia
Quantas frutas comer por dia? Saiba como diversificar a sua dieta
25 de outubro de 2021
Mostrar Todos

Princípio da individualidade biológica: qual a importância na preparação física?

individualidade biológica

Cada pessoa é completamente única. Essa é uma máxima válida para tudo: nossos gostos, personalidades e, claro, para o funcionamento de cada organismo. É por isso que pessoas diferentes reagem de maneira também distinta a medicações, vacinas, alimentos e vários outros itens.

Tendo esse conceito em mente, é hora de conhecermos um termo muito importante: a individualidade biológica. Ela está relacionada com as particularidades de cada pessoa, mas neste caso aplicado aos treinos e objetivos em uma academia ou esporte.

Calma aí! Então é por isso que os treinos de meu colega parecem funcionar muito mais para ele do que para mim? Bom, essa é uma possibilidade. Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura e tire as suas dúvidas!

O que é o princípio da individualidade biológica?

É uma teoria que nos diz que cada organismo reage de uma maneira completamente diferente dos outros. Por exemplo: uma pessoa, Maria, toma um remédio X para alergia. No mesmo dia, a sua irmã gêmea, Ana, também apresenta o quadro de alergia e acaba usando o mesmo medicamento. Será que ambas vão reagir da mesma forma?

É bem provável que não. Talvez Maria sinta mais sono do que Ana, ainda que elas tenham um DNA extremamente parecido.

Esse é outro detalhe bem interessante. Gêmeos idênticos também compartilham diferenças em seus genes. Isso acontece por conta de pequenas mutações que acontecem ainda no processo embrionário e que faz com que, mesmo que eles sejam fisicamente iguais, tenham particularidades à nível genético.

Fatores que compõem a individualidade biológica

Além da genética, outros fatores podem contribuir para que o princípio da individualidade biológica seja observado nos seres humanos. Alguns deles são:

  • ambiente em que a pessoa vive;
  • particularidades de sua dieta;
  • seu modo de vida;
  • a presença ou não de doenças (como os problemas hormonais).

Por isso, nenhuma pessoa é completamente igual à outra. E, obviamente, se montarmos o mesmo treino para duas pessoas, elas apresentarão resultados distintos.

Esse é o único fator que interfere nos resultados dos treinos?

É claro que não! Há outros fatores que também podem contribuir para que os resultados sejam diferentes. Conheça algum deles a seguir.

Tipo de treino

O treino feito também pode interferir nos resultados. Treinos aeróbicos, por exemplo, têm uma finalidade diferente da que é observada nas atividades de hipertrofia ou de definição. Por isso, é importante levar esses pontos em consideração.

Além disso, um mesmo conjunto de séries pode trazer diferentes resultados a partir da realização de cada atleta. Se um faz os movimentos com maior amplitude e da forma correta, é provável que o desempenho também seja melhor.

Alimentação

A alimentação tem grande importância para o treino, independentemente de qual seja o seu tipo. Por isso, é muito frequente pessoas falarem que fazem várias atividades mas, ainda assim, não alcançam os seus objetivos.

Não adianta, por exemplo, treinar o dia todo para emagrecer e não limitar o consumo calórico. Ou ainda puxar muito peso, visando a hipertrofia, e consumir poucas calorias, deixando os músculos “a ver navios” quando buscam pela energia necessária.

Estilo de vida

O estilo de vida é outro fator importante na hora de pensar no porquê os resultados obtidos serem diferentes quando o treino é exatamente igual. Pare para pensar: alguém que bebe pouca água, que tem uma rotina estressante e que treina sem regularidade pode ter os mesmos resultados que alguém que não faz isso?

É possível. No entanto, é bem mais difícil. O sono é outro ponto fundamental, já que um corpo descansado e regenerado tem chances muito maiores de ter um desempenho melhor na hora do treino.

Como a individualidade biológica é utilizada para a composição de um treino?

Não há uma fórmula mágica para identificar qual é a sua individualidade biológica. No início, o instrutor analisará as suas particularidades físicas, os objetivos desejados e os seus exames e poderá, a partir daí, desenvolver um treino personalizado.

No entanto, o acompanhamento continua. À medida que o tempo passa, os resultados serão observados e mais informações sobre a sua individualidade serão descobertas pelo profissional.

Por isso, seu treino passará por constantes atualizações, levando as descobertas em consideração. Essa é outra demonstração da importância de um profissional para acompanhar o seu progresso dia a dia, observando também o modo como você realiza as séries (até mesmo a respiração) e identificando possíveis erros.

Quais são os perigos de fazer um treino por conta própria?

Agora que já conhecemos a importância do conhecimento de um profissional na criação de um treino personalizado, é hora de você descobrir quais são os riscos de fazer exercícios por conta própria. Vamos lá?

Ausência de bons resultados

O primeiro grande problema de fazer um treino sem o apoio de um profissional é a ausência de resultados. Por não conhecer as suas particularidades biológicas e não dispor da qualificação para entender quais são os melhores exercícios para o seu caso, é possível que você fique estagnado e não alcance os seus objetivos.

Frustração e desistência

Diante do cenário mencionado do tópico anterior, é fácil perceber que a frustração é um sentimento comum aos que não atingem os objetivos desejados. E, com isso, as taxas de desistência também são bem altas. Se você quer persistir, conte sempre com a ajuda de um profissional!

Ocorrência de lesões

Por fim, o maior risco de fazer exercícios por conta própria e sem levar a sua individualidade biológica em consideração é a chance de se lesionar. Por vezes, as lesões podem ser tratadas, mas é possível que elas sejam permanentes. Imagine ter de readaptar toda a sua vida por não ter contado com a opinião profissional na execução de seus treinos?

Como podemos ver, a individualidade biológica é algo que deve ser levado em conta na construção de um bom treino. Ela será fundamental para que você possa obter os resultados que tanto deseja na academia e se superar cada vez mais!

No entanto, para que um treino seja bem desenvolvido, é importante que um profissional qualificado esteja incluso em sua estratégia. Para conhecer nossos treinadores e descobrir os benefícios da Oxigênio Academia, entre em contato com a gente!

SAÚDE SEMPREPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *