O que é o VO2 máximo e qual a importância de entender esse índice?

vo2 máximo

O que é o VO2 máximo e qual a importância de entender esse índice?

O VO2 máximo é bastante popular entre os corredores profissionais, já que aponta se o condicionamento físico desses atletas está bom. Os atletas fazem testes para saber a quantidade de oxigênio consumida pelo corpo enquanto praticam exercícios físicos. Quanto maior for o consumo, melhores são as condições de um atleta.

Os fatores que influenciam na medição do VO2 máximo são o tipo de exercício praticado, as atividades usuais, a composição do corpo, a etnia, a genética, o gênero e a faixa etária. Há duas formas de descobrir esse índice, por meio de fórmulas e equações complexas ou com a análise de gases expirados.

Gostaria de compreender melhor o que é o VO2 máximo e como melhorá-lo durante as atividades físicas? Continue a leitura!

Qual é o conceito de VO2 máximo?

VO2 é a sigla de Volume (V) e Oxigênio (O₂). Portanto, o termo significa o nível de oxigênio que o corpo transporta enquanto você faz exercício físico. O valor encontrado por meio de testes ou fórmulas sofre interferência da massa magra, peso, idade, capacidade anaeróbica, entre outros. Se o indicador for alto, quer dizer que o atleta suporta exercícios intensos.

Como o VO2 máximo é medido?

Para medir o seu VO2 máximo é necessário fazer testes em bicicletas ou esteiras realizando exercícios físicos. Um profissional precisa monitorar o treinamento, enquanto o atleta utiliza uma máscara que aponta o volume de oxigênio consumido e a frequência cardíaca. Veja a seguir mais detalhes sobre essa medição que é semelhante a um teste ergométrico!

Teste indireto

É possível estimar, indiretamente, o VO2 máximo com testes físicos como o Cooper que mede esse valor com uma análise da corrida ou caminhada. O atleta percorrerá um percurso durante 12 minutos e será averiguada a capacidade aeróbica máxima, os valores serão anotados e um cálculo apontará o resultado após a resolução de uma equação matemática.

Teste direto

O teste direto inclui a aplicação de uma técnica chamada ergoespirometria. A prova é realizada em um aparelho, bicicleta ou esteira ergométrica. Os eletrodos colados no corpo e a máscara na face são relevantes para averiguar o esforço do atleta durante as mudanças de intensidade do treinamento. Esses testes são solicitados por médicos ou cardiologistas.

Qual é a importância de medir o VO2 de quem pratica atividades físicas?

A medição desse indicador é fundamental para quem faz treinamentos esportivos ou pratica exercícios físicos. Com ele, você conseguirá fazer um planejamento e ter um treino de qualidade elaborado pelo seu treinador.

O profissional conseguirá otimizar os treinos, gerenciar a intensidade com precisão e evitar sobrecargas. O teste é essencial para quem quer emagrecer ou avaliar a saúde.

O que fazer para melhorar o VO2 máximo?

Existem diversas formas de melhorar o VO2 máximo, pois depende da vontade de cada um de treinar e melhorar. Mas é primordial ter o monitoramento do seu treinador para que você se mantenha saudável e em segurança até alcançar as suas metas. Veja a seguir algumas dicas para ter um nível de condicionamento ideal e consumir mais oxigênio!

Realizar treinos de alta intensidade

Fazer treinamentos de alta intensidade quer dizer fazer corridas durante um período menor de tempo com a finalidade de atingir a velocidade máxima possível conforme a sua possibilidade. Nesses treinos é iniciado o teste, o atleta descansa e depois realiza novamente o mesmo percurso para verificar a sua frequência cardíaca e auxiliar o sistema cardiovascular.

Reduzir a quantidade de gordura corporal

A redução da gordura corporal é crucial para elevar o VO2 máximo, portanto, você precisa aumentar os treinamentos para perder peso e permitir que o corpo utilize o oxigênio com eficiência. O emagrecimento diminui a falta de disposição ou fadiga que vai surgindo com o avanço da idade e traz mais disposição, além de influenciar diretamente na autoestima.

Ganhar massa muscular

Exercite os seus músculos, visto que a capacidade de VO2 aumenta em proporção ao aumento da massa muscular. Procure fazer treinos fortes com no mínimo 85% de frequência cardíaca se você já tem o hábito de frequentar uma academia. Caso esteja iniciando, fale com o treinador para criar um plano específico para fortalecer a musculatura.

Combinar os treinamentos

Há treinamentos mais leves que exigem em torno de 60% de VO2 apresentados para quem está começando a praticar atividades físicas. Eles também são orientados pelos profissionais que atuam nas academias e servem para iniciantes ou para quem precisa intercalar os exercícios. Você pode combinar treinos de alta e baixa intensidade.

Ter programas de treinamento

O aumento no VO2 máximo é obtido com mais facilidade se você tiver um programa de treinamento com pelo menos 6 exercícios distintos a serem realizados semanalmente. Os programas podem ser feitos para até 10 semanas, com corridas contínuas ou intervaladas em dias alternados. No intervalo, os treinadores costumam incluir a bicicleta ergométrica.

Cada série realizada pode ser separada por alguns minutos de descanso para que o corpo se recupere antes de dar início a próxima. Já os dias separados para corrida contínua devem ser planejados por semana com um limite de tempo de acordo com a capacidade de quem está treinando. Após 7 dias, o treinador inclui mais 5 minutos.

Receber supervisão de um profissional

A supervisão de um profissional da área de educação física é indispensável para elevar o VO2 máximo. Em conjunto, será mais fácil criar estratégias adequadas e intensas para pessoas que estão deixando o sedentarismo e também para aquelas que já são fisicamente ativas. Os treinadores conseguem motivar a prática das atividades físicas ainda que você tenha ganhos lentos.

Inicie os treinos intensos para ir melhorando aos poucos a capacidade anaeróbica no decorrer do tempo. O treinador saberá dizer quando você pode realizar treinamentos mais difíceis, aumentar a duração, a velocidade e a frequência das corridas. Ele também será responsável por mensurar o VO2 máximo e falar sobre os resultados das avaliações.

Perseguir os seus objetivos

A genética pode influenciar no VO2 máximo, mas ela não impede quem quer melhorar o seu condicionamento físico praticando exercícios elaborados para essa finalidade. Tenha objetivos bem traçados e procure atingir o limiar anaeróbio que ocorre sempre que você tem a sensação de aquecimento do corpo. Isso ocorre quando o ácido lático se acumula na musculatura.

Você conseguirá alcançar o limiar e se manterá nele pelo tempo mínimo de 15 minutos ao praticar natação, pedaladas, corridas ou atividades de cross-training que exigem consumo de oxigênio. Por outro lado, é interessante praticar exercícios respiratórios para ter um ritmo de respiração adequado, o qual não deve ser curto para melhorar o VO2.

Enfim, agora você já sabe o que é o VO2 máximo e porque é importante entender esse índice! Os treinamentos são primordiais para ter saúde e para oferecer oxigênio no nível indicado para o funcionamento do organismo. Durante os treinos de rotina peça para que o treinador verifique a sua capacidade anaeróbica e as opções para melhorar a sua performance.

Gostou das informações transmitidas neste artigo? Então prossiga com a leitura e descubra o que causa e como prevenir o overtraining!

e-book emagrecimento

Post Recentes

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Tudo sobre os mais diversos temas sobre treinamentos, modalidades e dicas.

Share via
Copy link